sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Macarrão com lentilha e carne moída - Mjadara tipo Rista

250 gramas de macarrão spaghetti
Pimenta verde sem ardor (opcional)
500 gramas de carne moída
500 gramas de lentilha
Cebola à francesa
Alho e sal a gosto
Pimenta síria
Manteiga


Colocar a lentilha para escaldar em água e sal. Reservar. Escaldar o macarrão em água e sal com um pouco de óleo. Reservar. Temperar a carne com alho, sal, pimenta síria. Refogar na manteiga mexendo sempre para ficar bem solta. Atenção!: Misturar o macarrão com a carne e levar ao fogo para o macarrão pegar bem o gosto. Juntar à lentilha e colocar ao fogo para terminar o prato. Deixar com pouco molho. Separado, passar a cebola cortada fina ao comprido (à francesa) na manteiga. Colocar a lentilha no prato e a cebola por cima na ocasião de ir à mesa. Servir quente com pão libanês.

Coalhada com pepino - Lában Mah Khiar



1 colher(sopa) de hortelã fresca picada ou 1 colher(chá) de hortelã seca esfarelada
1 dente de alho amassado com 1 de sal
4 pepinos grandes (1 quilo), frescos, descascados e picados (sendo japonês - 8 com casca)
1 receita de Lában (coalhada fresca)


Numa tigela grande, juntar a Lában, os pepinos, o alho, a hortelã e mexer bem para envolver todos os ingredientes. Servir a coalhada acompanhada com 1 receita de Kibe bi simiê (quibe cru).

Frango com grão de bico - Iakhna

4 colheres(sopa) de tahine
1 quilo de coxas e sobre coxas de frango
Alho, sal, pimenta síria a gosto
Gramas de grão de bico
Hortelã a gosto
Manteiga


Temperar as coxas e sobre coxas de frango com sal, alho e pimenta síria. Fritar aos poucos na manteiga e reservar. Quando todas estiverem fritas colocar uma panela para juntas refogarem um pouco. Reservar. Colocar o grão de bico de molho de véspera, no dia seguinte tirar as peles e colocar para ferver na água e sal. Quando estiver mole passar na manteiga e juntar a tahine. Misturar o frango com o grão de bico cuidadosamente, arrumar em um prato e decorar com folhas de hortelã. Pode ser servido frio ou quente.

Quibe na coalhada - Kibe Labanye


Carne moída para rechear (igual do chapeuzinho)ver neste post
1 receita de Labanie (coalhada cozida)
1 receita de Kibe Naie (quibe cru)

Modo de Preparo:

Preparar o Labanie e reservar. Preparar o Kibe Naié (quibe cru). Retirar pequenas porções da massa de quibe e formar bolinhas modelando com as mãos, com o dedo indicador, perfurar os bolinhos e rechear com a carne moída em pequena quantidade, fechar novamente. Numa panela juntar o Labanie e o arroz, levar ao fogo brando e cozinhar por cerca de 10 minutos, mexendo sempre. Acrescentar os bolinhos de quibe e mantenha no fogo (brando) por mais 20 minutos ou até que fiquem cozidos. Retirar do fogo, passar para um prato (sopeira) ou uma tigela funda e levar à mesa para servir.

Receitas para o Ramadan

Ramadan Mubarak!
– Chapeuzinhos de massa na coalhada - Chuche - Baraque, uma receita para esse mês sagrado.
O mês sagrado Ramadan é recebido com festa e alegria pelos muçulmanos. Durante esse mês, do calendário lunar, todo muçulmano deve fazer jejum do nascer ao por do sol. Durante o jejum não se pode ingerir qualquer alimento (nem fumar ou mesmo beber água), falar obscenidades, pecar contra a castidade e futricar. É uma purificação do corpo e da mente alem de uma demonstração de fé inabalável.

O Ramadan serve para lhe ensinar um pouco de humildade. Um muçulmano sente na pele o que é não ter o que comer e assim, nunca esquece de ser bondoso com os menos afortunados. Para um muçulmano, é peca dormir sabendo que seu vizinho esta com fome. É pecado negar água a quem tem sede.


Talvez um dos melhores pratos da gastronomia árabe.
Durante o mes de Ramadan, as famílias muçulmanas se encontram mais unidas. É de se esperar que, no por do sol, todos os membros da família estejam juntos para oração e para a quebra do jejum. Para um muçulmano, o jejum não é visto e não é um sacrifício e sim como uma benção.

Como o Ramadan é um mês do calendário lunar, que é ligeiramente mais curto que o calendario Romano. Por esse motivo, o mês de Ramadan nunca cai na mesma época. A cada ano que passa, o inicio do Ramadan se da aproximadamente 15 dias antes que o ano anterior, dependendo das fases da lua. Isso significa que um dia de Ramadan pode durar 10 horas (no auge do inverno) até 14 horas (no auge do verão com horário de verão).

Depois de tantas horas sem ingerir nada, uma refeição muito pesada não é recomendável. Normalmente se quebra o jejum com um copo de suco de laranja e uma tâmara. Faz-se as orações e depois senta-se para o jantar. Esse, normalmente começa com uma sopa e alguns pratos típicos.

Nos paises predominantemente muçulmanos, durante este mês sagrado, as ruas são todas enfeitadas com lanternas coloridas. As calçadas se enchem com barracas de doceiras que produzem os doces de nata típicos do Ramadan. Até as pessoas nas ruas, durante este mês, parecem mais cordiais.

Apresento aqui uma receita que vem de mãe para filha em todo o mundo árabe. Chama-se Chuche - Baraque. Prato muito leve e fresco .

Ramadan Mubarak!


1 receita de Labanie (coalhada cozida)

Recheio:
220 gramas de carne (patinho) moída
1 cebola pequena ralada
Sal a gosto

Massa (chapeuzinho):
1 colher(chá) de sal dissolvido em ½ de água
2 colher(sopa) de manteiga
250 gramas de farinha de trigo
farinha de trigo para polvilhar


Preparar a Labanie (coalhada cozida) e reservar. Preparar o recheio: numa tigela, juntar a carne moída e a cebola ralada, temperar com sal e pimenta síria a gosto e misturar bem. Chapeuzinhos: numa tigela, juntar a farinha de trigo, a mistura de sal e água e a manteiga. Com as mãos, trabalhar a mistura até obter uma massa que se desprenda inteiramente da tigela e das mãos. Polvilhar uma superfície de trabalho com a farinha de trigo (pedra mármore ou tábua). Abrir a massa, usando um rolo de cozinha, até ficar bem fina. Usando o cortador de biscoito ou um cálice de licor com cerca de 4 cm de diâmetro, recortar disquinhos na massa. No centro de cada disquinho de massa, colocar uma quantidade de recheio equivalente a, mais ou menos, um grão-de-bico. Dobrar a massa sobre o recheio, aperte as bordas como se fosse um pastelzinho e juntar as pontas fornecendo um chapeuzinho. Colocar a Labanie numa panela grande, levar ao fogo brando e deixar ferver. Assim que ferver, vá colocando os chapeuzinhos, e a proporção que forem subindo vá retirando da panela e colocando numa sopeira. Quando todos estiverem cozidos, colocamos o molho por cima.

  © Design by adonadokibe 2009

TOP